quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Amor e Vida

Eu sou uma pessoa que posso dizer assim:

Amor da minha vida! e Amor da minha sobrevida!

Têri Oliveira

domingo, 10 de julho de 2016

sábado, 25 de junho de 2016

Perdas e Ganhos

Muito já perdi.
Uma parte mandei embora.
Um pouco me roubaram.
Não perco a oportunidade de exercer o desapego.
Deixo que um tanto se vá,
enquanto outro tanto vem.
Prossigo confiante a miscelânea de minha vida.

Teresa Oliveira

segunda-feira, 6 de junho de 2016

terça-feira, 22 de março de 2016

Mundo Assexuado

Depois daquele dia em que Deus acordou de mau humor e suprimiu o sexo, muitos ficaram entediados por perder sua única forma de prazer gratuito, outros ficaram felizes por não ter mais que desperdiçar energia desta forma. Penso que não foi má ideia acabar com a reprodução de uma espécie que não deu certo. Que se acabem os mortais. Que se eternizem os gênios, para ninguém, no futuro.

Têri Oliveira

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Poema de Juliana Meira

apalpo palavras
tão ásperas

princípio bruto
do ofício

antes da polpa
a casca

no livro "poema pássaro"

sábado, 11 de julho de 2015

Lágrimas

As lágrimas são salgadas porque chorar é extravasar nosso mar de emoções.